Última hora

Empresas japonesas mais pessimistas

Empresas japonesas mais pessimistas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As grandes empresas japonesas esperam uma forter degradação nas condições económicas nos próximos três meses.

Esta é a conclusão do inquérito feito agora pelo Banco do Japão e reflete bem os receios decorrentes do terramoto de 11 de março e do desastre nuclear que se seguiu.

Para ser mais preciso, o Banco do Japão fez questão de separar as respostas dadas antes e depois do sismo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.