Última hora

Continuam os protestos no Iémen

Continuam os protestos no Iémen
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na capital do Iémen milhares de pessoas

protestaram hoje contra a repressão exercida na terça-feira sobre manifestantes.

Em Sanaa registaram-se cinco mortos a tiro e 60 feridos, 23 dos quais estão em estado grave.

“O que aconteceu ontem, foi que manifestantes foram atacados e médicas raptadas. Isso mostra o quão corrupto e falido o regime se tornou”, disse uma manifestante.

Em Aden, segunda cidade do país, um polícia foi hoje morto e três feridos a tiro por manifestantes anti-regime. Segundo fontes médicas os disparos ocorreram quando a polícia cercou o bairro de Saada e manifestantes abriram fogo com armas automáticas, matando um polícia e ferindo outros três e três civis.

Em Hodeida, cidade portuária junto ao Mar Vermelho, uma pessoa morreu e oito ficaram feridas quando um homem numa motorizada disparou sobre manifestantes que dormiam numa praça, onde há vários dias estão acampados em protesto contra o regime de Ali Abdullah Saleh.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.