Última hora
This content is not available in your region

Portugal enfrenta dois anos de recessão

Portugal enfrenta dois anos de recessão
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal vai ter mais um ano para reduzir o défice, mas nem por isso vai escapar a dois anos de recessão. O país só vai cumprir o limite de 3% do PIB em 2013, mas até lá vai sofrer com os danos colaterais.

O Bloco de Esquerda, que se recusou a negociar, com a “troika”, não poupa o plano de resgate.

“Portugal entra em recessão este ano, continua em recessão no próximo ano, e salta de 700 mil para 800 mil desempregados. Se o plano é este, nós já antecipamos o resultado, pelo cálculo dos seus promotores… E o resultado é uma tragédia que destrói a economia” , afirmou Francisco Louçã.

As previsões apontam para um défice orçamental de 10,5 mil milhões de euros e uma dívida pública de 97,3 % do PIB. Quanto ao crescimento, algumas fontes dizem que o plano de resgate parte de uma recessão de 2% para este ano, valor acima do previsto.

Em 2012, a economia portuguesa deve voltar a contrair 2 por cento.

Para os próximos dois anos, o plano de resgate promete medidas de austeridade no valor de 8,8 mil milhões de euros, a maior parte no lado da despesa.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.