Última hora
This content is not available in your region

Repressão policial regressa às ruas da capital da Tunísia

Repressão policial regressa às ruas da capital da Tunísia
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia tunisina não perde os hábitos da ditadura e reprimiu sexta-feira, com violência, pelo segundo dia consecutivo, uma manifestação na capital.

O protesto tinha sido convocado por grupos de jovens para exigir a demissão do governo transitório e apelar a uma nova revolução.

No dia anterior, outra manifestação tinha sido dispersada à bastonada e com gás lacrimogéneo, depois de denunciar a “deriva da revolução de jasmin”.

Na base das tensões estão as declarações recentes do ex-ministro do Interior que acusou os militares de prepararem um golpe militar, caso os partidos islamitas vençam as eleições de 24 de Julho.

O atual ministro do interior anunciou a abertura de um inquérito à violência policial dos últimos dias que atingiu também vários jornalistas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.