Última hora
This content is not available in your region

Pessimismo ensombra Dia da Europa

Pessimismo ensombra Dia da Europa
Tamanho do texto Aa Aa

As bandeiras voaram bem alto para assinalar o Dia da Europa.

No entanto, as diferenças políticas e económicas do velho continente resistem à imagem do bloco comunitário.

Na cidade de Florença, onde se celebrou um festival do Dia da Europa, percebe-se o pessimismo.

A crise na Zona Euro parece estar a piorar. Durante meses classificou-se a crise da dívida soberana grega de “insustentável”.

Os 110 mil milhões de euros para o resgate financeiro não deram resultado e na última sexta-feria houve relatos de que o país estaria pronto a deixar a Zona Euro.

“Há um sentimento de pessimismo que normalmente apresenta a Europa como um continente fora de moda, em contraste com o poder crescente da China, Índia, Brasil, Argentina ou México”, diz Pascal Delwit, professor universitário em Bruxelas.

A agravar o cenário está a falta de solidariedade entre os Estados-membros.

França e Itália desentenderam-se recentemente por causa da vaga de imigrantes ilegais vindos do Norte de África rumo à Europa.

“É um projecto, por isso temos de nos apoiar, e isso não é possível sem solidariedade”, revela Androulla Vassiliou, a Comissária Europeia da Educação.

Solidariedade e União. A prova de fogo da Europa nos póximos tempos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.