Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Inteligências múltiplas dão Prémio das Astúrias a Howard Gardner

Inteligências múltiplas dão Prémio das Astúrias a Howard Gardner
Tamanho do texto Aa Aa

O psicólogo norte-americano Howard Gardner é o vencedor do Prémio Príncipe das Astúrias das Ciências Sociais, uma das oito categorias anualmente distinguidas pela Fundação do mesmo nome.

O júri do prémio selecionou-o entre os 31 nomeados em liça, entre eles o português Eduardo Lourenço.

Considerado o “pai” das inteligências múltiplas, Howard Gardner, nascido em 1943, é professor de Cognição e Educação, em Harvard, e de Neurologia, em Boston.

Gardner defende que não existe uma inteligência única. No livro ‘Estruturas da Mente’, editado em 1983, propôs sete dimensões da inteligência:

- visual / espacial

- musical

- verbal

- lógico-matemática

- interpessoal

- intrapessoal

e

- corporal / cinestética.

Sete dimensões às quais acrescentou, posteriormente, duas mais:

- naturalista

e

- existencialista.

Esta nova visão da inteligência humana pressupõe uma alteração significativa nos modelos educativos.

O prémio – um cheque de 50 mil euros e uma estatueta concebida por Juan Miró – será atribuído numa cerimónia solene, no próximo Outono.