A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Funerais no Paquistão

Funerais no Paquistão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Começaram hoje as celebrações fúnebres para os cerca de 80 recrutas que perderam a vida no atentado bombista desta sexta-feira, já reinvidicado pelos talibãs paquistaneses.

O alvo foi um centro militar, no norte do Paquistão, naquele que foi assumido como o primeiro acto de vingança pela morte de Usama Bin Laden.

Tropas paquistaneses juntam-se na cidade de Bannu e trazem bandeiras e flores em homenagem às vítimas, que serão transportadas para as cidades onde nasceram.

Os funerais acontecem quanto o parlamento paquistanês pede fim aos ataques dos EUA contra a Al-Qaeda, com receio de mais atentados.

Ao mesmo tempo pedem um inquérito independente sobre a invasão que matou o líder da Al-Qaeda, no passado dia 2 de Maio, em Abbotabad, a 60 quilómetros da capital do Paquistão.