Última hora

Última hora

Strauss-Kahn incorre em pena de 74 anos de prisão

Em leitura:

Strauss-Kahn incorre em pena de 74 anos de prisão

Strauss-Kahn incorre em pena de 74 anos de prisão
Tamanho do texto Aa Aa

Dominique Strauss-Kahn vai permanecer em prisão preventiva, pelo menos, até 20 de Maio, data em que decorrererá uma segunda audiência de instrução.

A juíza do Tribunal Penal de Manhattan, Melissa Jackson, recusou um pedido da defesa para que o lider do FMI fosse libertado sob caução de um milhão de dólares e ficasse com residência fixa, na casa de Nova York, da sua filha.

A Juiza considerou que havia perigo de fuga e, por essa razão manteve a prisão.

O passaporte de Strauss-Kahn foi também entregue � s autoridades americanas.

No final da sessão, o seu advogado não escondia a desolução. Mas disse que tudo está ainda no princípio:

“Estamos desapontados, mas este caso ainda agora começou. É ainda um presumido inocente e eu o pedia-vos, por favor, que respeitassem a presunção de inocência, para podermos ter a esperança de um julgamento justo, quando ele acontecer”.

No despacho da juíza, pode ler-se que Strauss Kahn “teve uma relação sexual oral e anal com uma pessoa sob constrangimento”.

Tudo somado, os crimes constantes da acusação podem atingir os 74 anos e três meses de prisão.

A mulher de Strauss-Kahn deve chegar a Nova York � s primeiras horas desta madrugada.