Última hora

Última hora

Resultado eleitoral não muda luta das Puertas del Sol

Em leitura:

Resultado eleitoral não muda luta das Puertas del Sol

Resultado eleitoral não muda luta das Puertas del Sol
Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes não arrendam pé das Puertas del Sol, em Madrid, e, como sempre disseram, a luta pelo emprego e contra o sistema político nada tem a ver com as eleições regionais, que decorreram este domingo.

Umas eleições que marcaram uma viragem política.

Uma vitória da direita, em toda a linha.

O Partido Popular ganhou, por uma margem significativa.

Mas nas Puertas del Sol, tudo se mantém, como constatou numa moradora:

“Não percebo isto. Tanta gente aqui e não votou em nenhum dos partidos. Isto não se reflete em nada”.

A esmagadora maioria das autonomias espanholas preferiu virar à direita. Um resultado que os analistas consideram ser uma punição aos socialistas, há duas legislaturas no poder.

O Partido Popular conseguiu uma vantagem de quase 10 pontos percentuais, conquistando velhos feudos socialistas, como a Catalunha, Castilha La Mancha ou Extremadura, nas regionais.

Nas autárquicas, as cidades de Barcelona e Sevilha, também passaram para o PP.

Zapatero disse compreender esta reação do eleitorado e garantiu que o PSOE vai analisar tudo, com serenidade.

O lider dos populares, Mariano Rajoy consideoru que este resultado foi o melhor de sempre do seu partido, afastando assim, os adversários internos que lhe contestam a liderança.

E prometeu começar de imediato a trabalhar para dar sequência a este resultado.

Palavras fáceis de entender, a um ano de eleições gerais.