Última hora

Última hora

Países emergentes reclamam liderança do FMI

Em leitura:

Países emergentes reclamam liderança do FMI

Países emergentes reclamam liderança do FMI
Tamanho do texto Aa Aa

Christine Lagarde não quer que a candidatura ao FMI seja etiquetada como “europeia”. A ministra francesa das Finanças prefere angariar apoios além-fronteiras numa altura em que os países emergentes reclamam a liderança do Fundo Monetário Internacional.

Brasil, China, Rússia, Índia e África do Sul querem quebrar a tradição que sempre levou um europeu à chefia do FMI.

Durante uma reunião da OCDE em Paris, o ministro sul-africano das Finanças, Pravin Gordhan, sublinhou que a preocupação dos europeus foi sempre a de garantir a liderança do FMI. Mas, “tendo em conta as discussões no G20, é suposto haver um processo aberto, transparente e baseado no mérito”.

O México propõe o governador do seu Banco Central para a liderança do Fundo Monetário Internacional.

“O governo mexicano apoia a candidatura de Agustin Carstens, ainda que reconheça que a ministra francesa das Finanças tem méritos suficientes para liderar a instituição. No entanto, pensamos que o governador do Banco Central mexicano tem ótimas referências para liderar o FMI”, declarou o ministro das Finanças mexicano, Ernesto Cordero.

10 de Junho é a data limite para a apresentação de candidaturas à liderança do FMI.