Última hora
This content is not available in your region

Kosovo no centro da discórdia

Kosovo no centro da discórdia
Tamanho do texto Aa Aa

Duas dezenas de líderes da Europa central e de leste reuniram-se esta sexta-feira, em Varsóvia, numa cimeira sobre a democratização da região e sua possível influência nas recentes revoltas árabes

A Presidente do Kosovo, Atifete Jahjaga foi uma das convidadas o que levou os Presidentes da Sérvia, Boris Tadic, e da Roménia, Traian Basescu, a recusar o convite convite para participar no encontro. Os dois países não reconhecem o Kosovo como um estado independente.

Hoje em dia 75 países, incluindo Portugal e a maioria dos Estados-membros da União Europeia reconhecem o Kosovo.

Prova disso é a visita de Catherine Ashton ao país. Depois de um almoço com o primeiro-ministro do Kosovo, Hashim Thaci, a chefe de política externa da União Europeia congratulou o presidente Sérvio pela detenção de Ratko Mladic mas avisou que só isso não chega para aderir à União.

“A detenção de Mladic representa um momento importante para a Sérvia, mas o caminho para a União Europeia exige uma série de coisas, por parte de todos. Requer muito trabalho e há várias questões técnicas que precisam ser abordadas. Obriga-nos também a avançar em direção a uma política com o conjunto da União Europeia,” avançou.

Aos poucos a região dos Balcãs vai alcançando a paz, no entanto há ainda muito caminho a percorrer até à total reconciliação.