Última hora

Última hora

Um ano depois do ataque israelita Mavi Marmara vai voltar à Faixa de Gaza

Em leitura:

Um ano depois do ataque israelita Mavi Marmara vai voltar à Faixa de Gaza

Um ano depois do ataque israelita Mavi Marmara vai voltar à Faixa de Gaza
Tamanho do texto Aa Aa

Um ano depois do assalto israelita à Frota da Liberdade, o barco turco Mavi Marmara prepara-se para voltar a tentar alcançar a Faixa de Gaza.

E não será o único. De vários portos do Mediterrâneo, embarcações de uma dezena de países pretender levantar âncora na terceira semana de Junho com o objetivo de romper o bloqueio marítimo imposto por Israel.

O porta-voz da nova frota, Huseyin Oruc, explica que contam atualmente com 15 barcos, que terão a bordo representantes de cem países. No total, serão perto de 1500 pessoas”.

Os organizadores da segunda Frota da Liberdade assumem o risco de que o Exército israelita assalte novamente os barcos, tal como fez há um ano.

Na operação militar fatídica, vários ativistas turcos perderam a vida, alvejados por um comando de elite hebraico. Um incidente que provocou uma crise diplomática entre Telavive e Ancara que continua por resolver.

A Turquia avisou que responderá a novos ataques contra os seus cidadãos.

O correspondente da euronews em Istambul, Bora Bayraktar, lembra que “nove pessoas perderam a vida há um ano, no ataque israelita ao Mavi Marmara. Milhares de pessoas preparam-se para lembrar os mortos em Istambul, enquanto o barco se prepara para uma nova viagem”.