A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Cientistas europeus apostam nas nanotecnologias para melhorar painéis solares

Cientistas europeus apostam nas nanotecnologias para melhorar painéis solares
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um dos grandes desafios da ciência na área da energia é conseguir captar maior quantidade de energia solar e convertê-la em electricidade.

Os raios solares que atingem a Terra em 17 segundos equivalem à energia que é consumida diariamente no planeta.

As células fotovoltaicas usam cristais de silício para converter a energia do sol em corrente elétrica.

Mas a tecnologia atual é pouco eficiente. Apenas dezasseis por cento da energia solar é transformada em electricidade.

Investigadores suíços e alemães trabalham num projeto europeu que visa melhorar os painéis solares recorrendo às nanotecnologias para alterar a estrutura da superfície da célula de silício.