Última hora
This content is not available in your region

Agravamento de taxas para veículos pesados que circulem pela UE

Agravamento de taxas para veículos pesados que circulem pela UE
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento Europeu aprovou, com 505 votos a favor e 141 contra, uma revisão da diretiva Eurovignette, que estabelece o princípio do “poluidor-pagador”.

Na prática, os países europeus que impõem taxas aos veículos pesados, com mais de 3,5 toneladas, podem agora incluir custos adicionais por poluição sonora e atmosférica, que se destinarão, em parte, ao melhoramento da rede de infraestruturas.

“Há poluição, ruído e congestionamentos nas estradas e precisamos encarar o problema. De outra forma, não poderemos avançar. Assim, as taxas são um elemento, que em conjunto com outros, pode ajudar a criar um sistema de transporte mais sustentável. Também será bom para o próprio setor. Um dos objetivos é melhorar o mercado entre os diversos meios de transporte, como os marítimos ou ferroviários. Os que poluem mais têm de pagar mais no lugar dos menos poluentes,” diz o eurodeputado Saïd el-Khadraoui.

A revisão da diretiva prevê um aumento das portagens, entre três a quatro cêntimos suplementares por veículo e quilómetro.

Esperam-se 600 milhões de euros adicionais ao ano.

“As consequências serão extremamente negativas porque se vai aumentar o fardo dos impostos no setor do transporte rodoviário. Além disso vão diminuir-se as possibilidades do setor para reinvestir em tecnologias mais limpas, e assim conseguir um setor mais ecológico”, denuncia Marc Billet, da organização International Road and Transport Union.

As taxas poderão variar, de forma a diminuir o tráfego nas horas de ponta. Para entrar definitivamente em vigor, a norma terá de ser aprovada pelos Governos dos Estados-membros antes do verão.