Última hora
This content is not available in your region

NATO quer pressão máxima sobre Kadhafi

NATO quer pressão máxima sobre Kadhafi
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Defesa da NATO reuniram-se hoje em Bruxelas para debater os principais desafios da organização.

Deste encontro saiu também a determinação de manter a pressão sobre o regime líbio através da intensificação dos ataques.

A força militar internacional promoveu nas últimas 24 horas uma série de bombardeamentos teleguiados e pela primeira vez foram usados helicópteros.

O secretário-geral da Aliança Atlântica pediu aos ministros um maior compromisso para com a situação líbia para que os civis possam ser protegidos.

A pressão sobre Kadhafi deve ser acentuada.

O enviado especial da ONU para a Líbia, o jordano Abdel Ilah al-Khatib, chegou hoje a Benghazi, bastião dos rebeldes no leste do país.

Os bombardeamentos em Tripoli atingiram ontem os edifícios do complexo habitacional da família Kadhafi.

De acordo com a televisão estatal que ontem exibiu imagens do líder líbio, os ataques foram contínuos e intensos, imagens que não chegam à televisão nacional.