Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Réplicas abalam cidade de Chistchurch

Réplicas abalam cidade de Chistchurch
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Chistchurch, na Nova Zelândia, voltou a ser sacudida por várias réplicas, um dia depois de um sismo ter causado um morto e dezenas de feridos.

As escolas continuam encerradas e as autoridades estimam que meia centena de edifícios tenham de ser demolidos.

O presidente da autarquia descreve momentos de pânico, desde logo, pela queda de

pedregulhos e afirma que a população está a passar por tempos difíceis e assustadores.

15.000 casas estão sem eletricidade. Os cerca de 50 mil habitantes foram aconselhados a moderar o consumo de água.

Os tempos difíceis dos neozelandeses começaram em setembro de 2010, altura em que Christchurch foi abalada por um sismo de magnitude 7 que destruiu parte da cidade, mas não provocou vítimas.

O pior ainda estava para vir. Cinco meses depois, mais de 180 pessoas perderam a vida na sequência de um outro sismo.