Última hora
This content is not available in your region

Governo ganha confiança para mais austeridade

Governo ganha confiança para mais austeridade
Tamanho do texto Aa Aa

Num parlamento rodeado por milhares de manifestantes, o remodelado governo do primeiro-ministro grego venceu a moção de confiança e afastou o cenário de bancarrota do país, pelo menos para já.

A queda do governo significaria de certa forma a a reprovação das medidas de austeridade exigidas pelo FMI e a União Europeia para canalizarem as verbas urgentes da ajuda externa.

“Esta moção de confiança é um contrato com o povo grego, um contrato do que podemos prometer, mas também daquilo que não podemos prometer. É também um compromisso daquilo que cada grego pode fazer pelo seu país”, discursou George Papandreou durante o debate parlamentar.

Ao ser conhecido o resultado da votação, ganha apenas com os votos dos socialistas, o mar de gente que protestava no exterior gritava a palavra “ladrões”.

“Há uma grande indignação, como pode ver. Há muito desespero marcado na face das pessoas. Significa que não há futuro”, explicou um manifestante.

O próximo grande teste do governo é agora fazer com que o parlamento aprove o novo plano de austeridade – cortes, despedimentos, impostos e privatizações. Atenas terá que apresentar o plano aprovado no início de Julho aos parceiros europeus. O objetivo é reduzir o défice de 10,5 % do Produto interno Bruto e pagar a dívida que supera já os 150% do PIB.