Última hora

Última hora

União Europeia pronta a receber a Croácia

Em leitura:

União Europeia pronta a receber a Croácia

União Europeia pronta a receber a Croácia
Tamanho do texto Aa Aa

No vigésimo aniversário da independência, a Croácia vê abrir-se a porta da adesão à união Europeia.

Os Vinte e Sete querem concluir nos próximos dias um processo que se termina sem entusiasmo para europeus e croatas. O presidente da União Europeia, Herman Van Rampuy, tentou, apesar de tudo, passar uma mensagem positiva, no final da cimeira, em Bruxelas.

“Esperamos que o conselho conclua as negociações até ao final de Junho, para podermos assinar o tratado de adesão até ao final do ano. A futura adesão da Croácia é um momento forte da vocação europeia dos países dos balcãs”.

Mesmo que o tratado seja assinado em dezembro como previsto, os croatas vão ter que manifestar-se em referendo. As sondagens europeias mostram uma Croácia eurocética, mas o ministro croata para os Assuntos Europeus tenta dourar a pílula:

“Os croatas não são eurocéticos, são eurorealistas. Estou convencido que o referendo que vai realizar-se no final do ano será positivo, será um referendo em que ganha a Croácia e o projeto europeu”, afirma.

As negociações começaram em 2005, mas emperraram quando o país resistiu a entregar à justiça internacional, Ante Gotovina, procurado por crimes de guerra e bloquearam durante muito tempo nas questões de justiça e luta contra a corrupção.

Depois deste percurso espinhoso, a questão é saber se vai haver mais alargamentos, como questiona a enviada da euronews, Gulsum Alan:

“Na sequência de um longo e difícil processo de negociação, a Croácia vê, enfim, a luz ao fundo do túnel. Antes de se ver confrontada com novos obstáculos, Zagreb quer entrar no clube dentro dos prazos previstos. A questão agora é já quem será 29° estado membro? Vai a Europa continuar a alargar-se?”