Última hora

França deu armas a rebeldes líbios

França deu armas a rebeldes líbios
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A França forneceu armas aos rebeldes líbios, sem pedir a opinião da NATO.

A notícia foi avançada esta quarta-feira pelo jornal Le Figaro e confirmada depois por Thierry Burkhard, porta-voz das forças armadas francesas, que disse no entanto que se tratava apenas de armamento ligeiro para defender os civis.

Segundo o jornal, a aviação francesa lançou de paraquedas grandes quantidades de armamento, incluindo lançadores de rockets, mísseis antitanque e metralhadoras.

O Figaro cita uma alta patente militar, que não quis ser identificada, que disse que o país procedeu assim, sem consultar os parceiros, porque era a única forma possível de agir.

Os lançamentos de paraquedas foram feitos no início de junho, na região de Jebel Nafusa.

O ministério francês dos Negócios Estrangeiros não quis comentar as notícias, uma vez que não é responsável por estas operações. O porta-voz do governo, François Baroin, também recusou fazer comentários.

Para apoiar a notícia, o Figaro afirma que viu um mapa com o plano das operações, carimbado pelos serviços secretos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.