Última hora

Última hora

Libertação de jornalistas franceses celebrada em França

Em leitura:

Libertação de jornalistas franceses celebrada em França

Libertação de jornalistas franceses celebrada em França
Tamanho do texto Aa Aa

Dominados pela alegria, os familiares dos dois jornalistas franceses raptados no Afeganistão há um ano e meio não conseguiram conter as emoções ao receber a notícia da libertação.

Hervé Ghesquière e Stéphane Taponier estão sob proteção reforçada na base afegã de Tagab, de onde partirá um avião que os deverá trazer de volta a França esta quinta-feira pelas 8 horas (7 em Lisboa).

A notícia foi recebida com euforia na redação da cadeia televisiva France 3, onde trabalham os dois jornalistas.

Um repórter do canal já foi ao encontro dos companheiros e adiantou que eles estão “em muito boa forma física e condições morais”.

Capturados a 30 de dezembro de 2009 na província afegã de Kapisa, a cerca de 60 quilómetros de Cabul, os jornalistas estavam na altura acompanhados por três afegãos, dois deles já liberdade. O terceiro, o intérprete Reza Din, foi também agora libertado.

Desconhecem-se as circunstâncias da libertação, mas o ministro francês dos Negócios Estrangeiros assegurou que o país “não paga resgates”.