A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Demissão de Rebekah Brooks aceite

Demissão de Rebekah Brooks aceite
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Rebekah Brooks deixou de ser diretora executiva da News Internacional, filial do grupo do magnata australiano Rupert Murdock.

O pedido de demissão apresentado há mais de uma semana foi aceite, esta sexta-feira.

Tom Mockridge da Sky Itália foi o nome escolhido para suceder a Brooks que abandona o cargo na sequência das escutas ilegais feitas pelo tabloide britânico the News of the World.

O caso chegou ao parlamento. A pedido do governo, o magnata australiano desistiu da compra do serviço de televisão por satélite BSkyB. Um negócio avaliado em cerca de 9 mil milhões de euros.

As investigações realizadas pela Scotland Yard, permitiram identificar mais de 9000 nomes de potenciais vítimas de escutas ilegais.

O escândalo levou ao encerramento do News of the World ao fim de 168 anos.