Última hora

Última hora

Apelo à desobediência civil na Síria

Em leitura:

Apelo à desobediência civil na Síria

Apelo à desobediência civil na Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Os dissidentes sírios no exílio apelam à desobediência civil para derrubar Bashar al-Assad.

O repto foi lançado durante a Conferência de Salvação Nacional que, este sábado, reuniu na Turquia mais de 300 opositores ao regime.

Mesmo à distância, os ativistas querem ajudar a rebelião com o envio de dinheiro e prometem desenvolver contactos para aumentar a pressão internacional.

De visita à Turquia, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, voltou a condenar a repressão e pediu a Bashar al-Assad que ouça a população.

No leste da Síria, os relatos dão conta de mais violência durante um novo protesto contra o regime.

Noutras partes do país, choram-se ainda os mortos desta sexta-feira, dia em que ocorreram as maiores manifestações desde o início da revolta popular.

Em menos de 48 horas, foram mortos mais de quatro dezenas de manifestantes. Muitos foram a enterrar este sábado.