Última hora

Itália tenta proteger-se dos ataques dos mercados

Itália tenta proteger-se dos ataques dos mercados
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento adoptou o plano de austeridade reforçado que tem como objetivo evitar um contágio da crise da dívida e os italianos mostram-se incrédulos mas resignados .

Na ruas de Roma esta manhã as conversas giravam em torno das medidas.

“Eu não acredito que este plano vá ajudar o país o que tenho é a certeza de que os nossos bolsos vão ficar mais vazios”.

“Eu não sou ouvida. Berlusconi manteve-se em silêncio durante dois dias e no final a única coisa que soube dizer foi “vamos continuar temos um governo forte”. Acredite que 60 a 70% da população italiana não pode exprimir-se”.

A Itália, é a terceira maior economia da zona euro, é o alvo dos mercados em razão de sua enorme dívida pública que representa cerca de 120% do PIB, não muito longe da Grécia.

Entre as medidas destinadas a reduzir o déficit estão o lançamento de um plano de privatizações em 2013.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.