Última hora
This content is not available in your region

"Rolam cabeças" na polícia de Londres

"Rolam cabeças" na polícia de Londres
Tamanho do texto Aa Aa

Comando da polícia de Londres entrou em queda livre.

O sub-comiisário chefe daquela estrutura demitiu-se, esta segunda-feira, na consequência do escândalo das escutas telefónicas do tabloide, “News of the World”.

A demissão de John Yates aconteceu horas depois de o seu superior imediato ter feito o mesmo.

Na noite de domingo, foi Paul Stephenson quem bateu com a porta.

John Yates já tinha deposto perqante a Comissão Parlamentar de Inquérito, na semana passada. Mas o seu depoimento não foi considerado convincente, pelos deputados e pelos jornais britânicos.

Esta segunda demissão apanhou o Primeiro-Ministro de surpresa. David Cameron está na África do Sul e já hoje tinha assegurado que o serviço de polícia e as investigações estavam garantidas.

“Sobretudo, o que eu diria e que mais importa, é que nós assugurámos a continuidade do serviço policial metropolitano, muito rapidamente. Por isso, não vai faltar nada à continuação destas investigações vitais, para sabermos o que aconteceu nesses media, e também o que aconteceu no serviço de polícia”.

A Comissão de Inquérito Parlamentar vai entretanto ouvir Rupert Murdoch e o seu filho, James, principal responsável pelo grupo na Grã Bretanha.

Mas também Rebekah Brooks, até há pouco, a executiva de confiança de Murdoch.

Cameron seguirá da África do Sul para a Nigéria, regressando depois a Londres, a tempo de comparecer, na quarta-feira, no Parlamento.