Última hora
This content is not available in your region

Sobrevivente: "disse às pessoas para se juntarem e começou a disparar"

Sobrevivente: "disse às pessoas para se juntarem e começou a disparar"
Tamanho do texto Aa Aa

Os sobreviventes do massacre na ilha de Utoeya, nos arredores de Oslo, descrevem momentos de terror.

Os participantes com idades entre 14 e 17 anos dizem que o disfarce utilizado pelo autor do tiroteio funcionou como uma armadilha.

“Havia um homem que parecia ser polícia e que estava a disparar contra tudo e contra todos.

Tinha um saco com muitas armas e munições. Tinha muitas munições. Havia muita gente morta. Tentei ajudar as pessoas que consegui, mas por outras não havia nada a fazer” afirma um sobrevivente.

“Ele chegou e disse às pessoas para se juntarem e depois começou a disparar. Assisti a tudo. Ele estava a matar toda a gente. Creio que estava fora dele” refere uma jovem.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.