Última hora

Fukushima: depois do tsunami, a intempérie

Fukushima: depois do tsunami, a intempérie
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Da Coreia do Sul, o mau tempo avançou para o Japão onde as inundações obrigaram a evacuações maciças. Mais de 300 mil habitantes foram avisados para abandonar as suas casas, perante a progressão devastadora das águas, sobretudo na região de Niigata, no noroeste do país.

O rio Shinano transbordou, submergindo estradas e destruindo outras infraestruturas. Há uma vítima mortal a registar, encontrada num carro abalroado pelas correntes. Há 4 desaparecidos.

As autoridades locais serão reforçadas por destacamentos militares deslocados para a zona.

A região de Fukushima, já dilacerada pelos efeitos do tsunami, também está a ser atingida pela intempérie. As previsões metereológicas não são animadoras e indicam a continuação das chuvas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.