Última hora

NATO ataca televisão líbia para calar Kadhafi

NATO ataca televisão líbia para calar Kadhafi
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Por detrás de toda a destruição provocada nas instalações da televisão nacional líbia, estava um objetivo muito claro: silenciar o regime de Muammar Kadhafi. Mas a NATO não o conseguiu, porque as emissões retomaram pouco depois do ataque aéreo que atingiu as antenas de satélite em Tripoli.

O porta-voz da NATO veio realçar o propósito da missão, que pode não ficar por aqui, e que é impedir que a televisão pública seja utilizada para “oprimir e ameaçar sistematicamente os civis”.

No terreno, os confrontos prosseguem. Pelo menos, 1 rebelde foi morto e 7 ficaram feridos num combate com as forças leais a Kadhafi, na periferia da cidade de Zlitan. Ao todo, desde quarta-feira, segundo o governo líbio, foram abatidos cerca de 200 insurgentes na parte oeste do país, onde a luta se tem intensificado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.