Última hora
This content is not available in your region

Senado rejeita proposta republicana para aumento do limite da dívida dos EUA

Senado rejeita proposta republicana para aumento do limite da dívida dos EUA
Tamanho do texto Aa Aa

O Senado norte-americano, controlado pelos democratas, rejeitou como previsto a proposta republicana para elevar o limite da dívida dos Estados Unidos.

O texto tinha sido aprovado pouco antes pela Câmara dos Representantes, depois do líder da maioria republicana John Boehner ter finalmente conseguido convencer a ala mais conservadora do partido.

A líder da minoria democrata, Nancy Pelosi, disse que “a proposta é uma perda de tempo e cada dia que se perde com ela, é outro dia em que não se fala na principal prioridade do povo norte-americano, que é a criação de emprego”.

Barack Obama apelou ao Congresso para obter um compromisso antes da data limite de 2 de Agosto, para que o país não entre em situação de incumprimento de pagamentos, depois de ter dito aos norte-americanos para “manterem a pressão” sobre os eleitos em Washington.

Os democratas de Obama pretendem agora que a sua proposta para uma solução de longo prazo sirva de base para o diálogo e um eventual voto já neste fim-de-semana, mas frisam que liderança republicana se recusa a negociar depois de ter visto chumbado o seu texto.