Última hora
This content is not available in your region

Regime sírio desencadeia ataques sangrentos antes do Ramadão

Regime sírio desencadeia ataques sangrentos antes do Ramadão
Tamanho do texto Aa Aa

Ao início da manhã, os tanques irromperam pela cidade de Hama. A ofensiva contra o bastião dos rebeldes sírios assumiu um grau de destruição inédito desde a revolta em Março. Contam-se cerca de uma centena de mortos e o balanço pode aumentar drasticamente porque aos hospitais falta-lhes recursos médicos.

O regime do presidente Bashar al-Assad não ficou por aqui. Várias cidades foram invadidas pelos militares. Só em Deir al-Zor registam-se 19 mortos, mais uma dezena noutros locais.

O Observatório dos Direitos Humanos denuncia uma ação coordenada para aniquilar as bases dos insurgentes, antes do Ramadão, que começa esta segunda-feira.

Hama simboliza a oposição a Bashar al-Assad. As tropas cortaram o abastecimento de eletricidade e água em vários bairros. Os órgãos oficiais garantem que o ataque é uma resposta à atividade dos insurgentes, que terão levantado barreiras na cidade e incendiado esquadras de polícia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.