Última hora

Última hora

Golpe no cartel de Ciudad Juárez

Em leitura:

Golpe no cartel de Ciudad Juárez

Golpe no cartel de Ciudad Juárez
Tamanho do texto Aa Aa

Suspeito de liderar um cartel de tráfico de drogas no México, José Antonio Acosta Hernández fez o “mea culpa” e confessou ter ordenado o assassinato de 1500 pessoas no Estado de Chihuahua.

Conhecido como “El Diego”, o homem de 33 anos, foi preso na passada sexta-feira, acusado de chefiar o grupo “La Linea”, cujos elementos trabalham como assassinos para o cartel de Juárez.

Aliás, as autoridades suspeitam que Acosta planeou também o ataque que, no ano passado, matou uma funcionária do consulado norte-americano e o marido, em Ciudad Juárez.

Motivo pelo qual a justiça norte-americana quer julgar o homem que teve a cabeça a prémio, com uma recompensa do Governo mexicano de cerca de 1,2 milhões de dólares.

Próxima da fronteira com os Estados Unidos, Ciudad Juárez é considerada a cidade mais violenta do México, com mais de três mil assassinatos registados em 2010.