Última hora
This content is not available in your region

Apoiantes de Tymoshenko contestam prisão preventiva

Apoiantes de Tymoshenko contestam prisão preventiva
Tamanho do texto Aa Aa

Os apoiantes da antiga primeira-ministra da Ucrânia juntaram-se em Kiev, protestando contra a prisão preventiva de Ioulia Tymoshenko.
 

O tribunal decidiu prolongar a prisão preventiva, considerando que, em liberdade, ela estava a perturbar o julgamento.
 

Os seus apoiantes juntaram-se durante a última noite, e acabaram por provocar confrontos com a polícia.
 

Mas isso não os desmobilizou e, como diz um deles, prometem alargar o protesto:
 

“Podemos chamar mais pessoas para aqui, podemos mobilizar mais gente, não só de Kiev, mas de toda a Ucrânia, porque eles sentem a necessidade de proteger a democracia. Se hoje, as autoridades ignorarem os direitos legais da oposição, então, amanhã, terão de prender muitos políticos”.
 

Uma mulher diz que Tymoshenko representa a liberdade e a democracia:
 

“Eu considero que não foi só a Youlia, que foi presa. Foi também a nossa liberdade e a democracia. As únicas coisas que nos restam”.
 

A polícia reprimiu a manifestação, tentando manter o protesto longe do tribunal.
 

Mas os apoiantes de Ioulia Tymoshenko não desistem e querem mobilizar toda a Ucrânia.