Última hora
This content is not available in your region

Standard and Poor's retira nota máxima aos EUA

Standard and Poor's retira nota máxima aos EUA
Tamanho do texto Aa Aa

A agência de notação financeira Standard and Poor’s baixou, pela primeira vez, o “rating” da dívida pública dos Estados Unidos.

Da nota máxima “AAA” de que sempre beneficiou, a primeira potência mundial desceu para a nota “AA+”.

A decisão é justificada pela confusão vivida recentemente entre democratas e republicanos para obter um acordo sobre o aumento do limite máximo da dívida norte-americana e os riscos do país tomar medidas insuficientes contra o défice orçamental.

A congressista republicana Michele Bachmann, vista como candidata às presidenciais de 2012, pediu ao presidente “a demissão imediata do secretário do Tesouro, Timothy Geithner, e um plano que inclua uma lista de cortes que equilibrem o orçamento deste ano, deem a volta à economia e devolvam o emprego ao povo norte-americano”.

Um responsável da administração norte-americana disse que Barack Obama foi informado previamente da decisão da Standard and Poor’s, antes de deixar a Casa Branca em direção a Camp David, e está a seguir de perto a evolução e efeitos da notícia.