Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Onça de ouro atinge 1778 dólares

Onça de ouro atinge 1778 dólares
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ouro bateu mais um recorde esta terça-feira. O preço da onça atingiu os 1778 dólares, protagonizando a maior subida em três dias depois da crise financeira no final de 2008. O metal precioso já subiu cerca de 8% só este mês.

Com medo de uma nova recessão global, os investidores estão a abandonar os ativos de maior risco e a procurar aqueles que são considerados mais seguros.

“A curto prazo, esta é uma subida enorme. Tecnicamente falando, talvez as pessoas estejam a comprar em demasia, talvez não. Apesar do acordo para aumentar o teto da dívida, apesar do downgrade da Standard & Poor’s, o ouro vai subir a longo prazo”, afirmou Paul Sacks, trader da Aurum Options Strategies.

E se os receios de uma recessão fazem o ouro subir, fazem também o petróleo descer. O preço do barril atingiu esta terça-feira um mínimo de 10 meses em Nova Iorque e esteve a negociar abaixo da barreira dos cem dólares em Londres.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo baixou em 150 mil barris diários a previsão de consumo para este ano.