Última hora

E.ON corta até 11 mil postos de trabalho

E.ON corta até 11 mil postos de trabalho
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A E.ON vai eliminar até 11 mil postos de trabalho e cortar os pagamentos de dividendos. Os resultados líquidos ajustados do primeiro semestre desceram para 933 milhões de euros, contra mais de 3 mil milhões um ano antes. A maior empresa energética alemã sofreu o primeiro prejuízo trimestral em 10 anos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.