Última hora
This content is not available in your region

Ucrânia festeja independência entre protestos por Timochenko

Ucrânia festeja independência entre protestos por Timochenko
Tamanho do texto Aa Aa

Foi na Praça da Independência que a independência da Ucrânia foi celebrada. Em pleno centro de Kiev, os festejos pela separação da antiga URSS, em 24 de Agosto de 1991, foram sumptuosos e solenes.

O presidente Victor Ianukovich depositou flores em vários monumentos, entre os quais o memorial do primeiro chefe de Estado do então novo país, Mikhailo Hrushevskiy.

Mas nem tudo foi harmonioso neste dia, bem pelo contrário.

A detenção da líder da oposição ucraniana, Iulia Timochenko, motivou um gigantesco protesto, igualmente na capital. Mais de cinco mil pessoas desfilaram em apoio a Timochenko, um dos símbolos maiores da “Revolução Laranja”, de 2004.

No entanto, a polícia bloqueou os manifestantes, o que provocou confrontos e feridos.

Timochenko foi detida no passado dia 5, na sequência de um processo por abuso de poder, enquanto primeira-ministra.

Aparentemente, o seu estado de saúde tem-se deteriorado, mas a dama de ferro ucraniana, que denuncia a natureza política do seu encarceramento, recusa ser vista por uma junta médica oficial. A União Europeia já expressou preocupação pela turbulência que o país atravessa.