Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Strauss-Kahn regressa a França e enfrenta outra acusação

Strauss-Kahn regressa a França e enfrenta outra acusação
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Será o fim do pesadelo de Dominique Strauss-Kahn? À chegada a Paris, vindo diretamente de Nova Iorque, o antigo homem forte do FMI, não proferiu qualquer declaração.

Durante três meses, a vida de Strauss-Kahn deu uma reviravolta inesperada. Acusado de agressão e abuso sexual, alvo das mais variadas especulações, acabou por abandonar a liderança do Fundo Monetário Internacional e viu esfumar-se a ambição presidencial.

Os analistas franceses consideram muito pouco provável que ainda tenha alguma hipótese de regressar à corrida ao Eliseu, ultrapassado pelas candidaturas socialistas de François Hollande e Martine Aubry.

As acusações de Nafissatou Diallo, a empregada de limpeza do Sofitel, caíram por terra devido a contradições nos depoimentos, abalando a sua credibilidade.

Mas as coisas não ficam por aqui. Terminado o penal, Diallo interpôs um processo cível. Strauss-Kahn enfrenta ainda um outro processo em França, levantado pela jornalista Tristane Banon, que o acusa de tentativa de violação, em 2003.