Última hora

Acusação aceita ausência de Chirac no tribunal

Acusação aceita ausência de Chirac no tribunal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A fragilidade de Jacques Chirac pode determinar o rumo do processo judicial que o antigo presidente enfrenta.

No dia em que a justiça francesa iniciou as audiências em Paris, os procuradores anunciaram que aceitam o relatório médico interposto por Chirac, para justificar a sua ausência ao longo do processo. A decisão tem agora de ser confirmada pelo juiz responsável.

O advogado do primeiro ex-chefe de Estado francês a ser julgado afirmou que “esta ausência pode acarretar alguma perda de interesse. Mas é o próprio Chirac que pretende chegar a um termo”, a uma conclusão.

Os seus médicos garantem que o estado de saúde não lhe permite assistir às audiências, uma vez que padecerá de uma condição neurológica relacionada com a doença de Alzheimer que estará a comprometer a sua memória.

Chirac é acusado de desvio de fundos públicos e abuso de confiança, num caso conhecido como o dos “empregos fictícios”, quando era presidente da Câmara de Paris.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.