Última hora

Japão enfrenta as consequências de uma nova catástrofe

Japão enfrenta as consequências de uma nova catástrofe
Tamanho do texto Aa Aa

Em apenas quatro dias, choveu tanto na parte central e oeste do Japão quanto chove durante um ano inteiro na cidade de Tóquio.

A precipitação torrencial, trazida pelo tufão Talas, provocou inundações e deslizamentos de terra mortíferos. Pelo menos, 37 vítimas mortais e mais de 50 desaparecidos é o pesado balanço que deixa para trás este fenómeno metereológico extremo.

Mais de 3500 pessoas estão bloqueadas em casa ou impedidas de se deslocar devido à queda de pontes e estima-se que cerca de 7 mil famílias tenham ainda de abandonar as suas residências.

O Talas já se afastou, transformando-se numa tempestade tropical. O Japão, cujo nordeste foi devastado há seis meses por um tsunami, enfrenta agora outro processo de recuperação. O governo foi remodelado há apenas duas semanas, acusado de não ter sabido gerir as consequências desse desastre.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.