Última hora
This content is not available in your region

Abbas submete aplicação para reconhecimento da Palestina na ONU

Abbas submete aplicação para reconhecimento da Palestina na ONU
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Autoridade Palestiniana pediu oficialmente o reconhecimento da Estado palestiniano na Assembleia Geral das Nações Unidas. Mahmoud Abbas foi fortemente ovacionado. Considerou os colonatos israelitas como o principal obstáculo à paz e acusou Israel de não querer negociar segundo o direito internacional.

“Senhor presidente, quero informá-lo antes de me dirigir à Assembleia que, nas funções de presidente do comité executivo da OLP, entreguei ao secretário-geral da ONU uma aplicação para a adesão da Palestina com as fronteiras de 4 de junho de 1967 e a sua capital Jerusalém a membro de pleno direito das Nações Unidas”, declarou.

Caso o documento chumbe no Conselho de Segurança – o que deverá acontecer pois os Estados Unidos irão apresentar um veto – há ainda a possibilidade da Assembleia Geral aprovar uma resolução considerando a Palestina um Estado observador não-membro da ONU.

Abbas fez um apelo. “O apoio das nações do mundo à nossa ação significa a vitória do direito, da justiça, da liberdade e da lei internacional”, disse.

Atualmente, os palestinianos têm o estatuto de observadores. Israel opõe-se fortemente à ambição palestiniana e não cede um milímetro. Logo de seguida na Assembleia Geral, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu convidou Abbas a iniciar de imediato negociações de paz.