Última hora
This content is not available in your region

Netanyahu pede negociações imediatas

Netanyahu pede negociações imediatas
Tamanho do texto Aa Aa

Depois do discurso de Mahmud Abbas na ONU, foi a vez do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, dar a conhecer a versão israelita da questão.

Netanyahu diz que Israel será o primeiro país a reconhecer o Estado palestiniano, a partir do momento em que a segurança estiver assegurada. Desmentiu ainda os argumentos apresentados antes por Abbas: “O coração do conflito não são os colonatos. Os colonatos são uma consequência do conflito. O centro da discordância é, foi sempre e infelizmente continua a ser a recusa dos palestinianos em reconhecer um estado judeu, seja em que fronteiras forem. Chegou a altura de os palestinianos reconhecerem que Israel é o Estado judeu”

“!http://www.euronews.net/media/download/articlepix/plastinian-statehood.jpg!”: http://pt.euronews.net/tag/estado-palestiniano/

Israel e a Autoridade Palestiniana continuam a divergir no que toca às fronteiras e a outras questões.

Netanyahu lançou um desafio a Mahmud Abbas e pediu um encontro a dois ali mesmo, em Nova Iorque: “Presidente Abbas, porque não se junta a mim? Temos de parar de negociar as negociações. Vamos avançar com isto. Vamos negociar a paz”.