Última hora
This content is not available in your region

Julgamento de Timochenko adiado

Julgamento de Timochenko adiado
Tamanho do texto Aa Aa

Previsto para hoje, o julgamento da líder da oposição Iulia Timochenko foi adiado para onze de outubro.

A antiga primeira-ministra, acusada de corrupção e de abuso de poder, incorre numa pena de sete anos de prisão, no final de um processo denunciado pela União Europeia que ameaça rever as suas relações com Kiev.

Timochenko foi acusada de ter ultrapassado os seus poderes aquando da assinatura em 2009 de acordos com a Rússia sobre o fornecimento de gás para a Ucrânia.

As atuais autoridades de Kiev acham estes acordos desvantajosos para o país.

Na prisão desde 5 de agosto, a lider da oposição nega as acusações mas continuar a aguardar julgamento em detenção.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.