Última hora

Occupy Wall Street alastra para outras cidades americanas

Occupy Wall Street alastra para outras cidades americanas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da polícia nova-iorquina ter anunciado a libertação das pessoas detidas no sábado durante a manifestação do movimento “Occupy Wall Street”, a vaga de contestação social alastra-se a outras cidades dos Estados Unidos.

Em Los Angeles, Boston, Filadélfia, Seattle e Chicago grupos de cidadãos expressaram o seu apoio ao movimento e às suas posições contra a crise económica, a desigualdade social e a ganância dos ricos.

“O nosso objetivo é chamar a atenção para as enormes injustiças que existem no nosso país e a conivência entre os interesses corporativos e políticos”, disse um dos participantes.

“Espero que isto continue até as pessoas prestarem atenção. Para já, já fomos notícia mas temos de chegar á primeira página”, sublinhou uma arquiteta que integra o movimento.

O movimento “Occupy Wall Street” está concentrado na baixa de Manhattan, organizando fóruns e reuniões num parque do centro sul da cidade, onde se mantém desde 17 de setembro.

As manifestações revelam, por si, a impaciência crescente de grupos essenciais para a reeleição do presidente Barack Obama: os jovens, as minorias, os sindicatos e as mulheres.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.