Última hora
This content is not available in your region

Occupy Wall Street alastra para outras cidades americanas

Occupy Wall Street alastra para outras cidades americanas
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da polícia nova-iorquina ter anunciado a libertação das pessoas detidas no sábado durante a manifestação do movimento “Occupy Wall Street”, a vaga de contestação social alastra-se a outras cidades dos Estados Unidos.

Em Los Angeles, Boston, Filadélfia, Seattle e Chicago grupos de cidadãos expressaram o seu apoio ao movimento e às suas posições contra a crise económica, a desigualdade social e a ganância dos ricos.

“O nosso objetivo é chamar a atenção para as enormes injustiças que existem no nosso país e a conivência entre os interesses corporativos e políticos”, disse um dos participantes.

“Espero que isto continue até as pessoas prestarem atenção. Para já, já fomos notícia mas temos de chegar á primeira página”, sublinhou uma arquiteta que integra o movimento.

O movimento “Occupy Wall Street” está concentrado na baixa de Manhattan, organizando fóruns e reuniões num parque do centro sul da cidade, onde se mantém desde 17 de setembro.

As manifestações revelam, por si, a impaciência crescente de grupos essenciais para a reeleição do presidente Barack Obama: os jovens, as minorias, os sindicatos e as mulheres.