Última hora
This content is not available in your region

Timochenko alvo de novo julgamento por velhas acusações

Timochenko alvo de novo julgamento por velhas acusações
Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça ucraniana decidiu reabrir um processo contra a ex-primeira-ministra Iulia Timochenko por “desvio de fundos” e “fuga ao fisco”, que data dos anos 90, quando dirigia a empresa “Sistemas Energéticos Unidos da Ucrânia”.

O porta-voz da procuradoria-geral explicou que “as investigações que antecedem o julgamento estão a ser conduzidas pela polícia fiscal”.

Apesar das críticas da União Europeia, dos Estados Unidos e da Rússia, que consideram que Timochenko é alvo de perseguição política, o regime do presidente Viktor Ianukovitch parece determinado a manter a líder da oposição na cadeia.

O “número dois” do partido de Timochenko considera que “isto só pode ser explicado pelo medo, pelo desejo de vingança e pela fraqueza do regime, e não pela lógica. Não há outra explicação para reavivar este caso”.

Timochenko cumpre já uma pena de sete anos de prisão após a condenação por “abuso de poder” devido aos acordos do gás assinados com a Rússia em 2009. O processo agora reavivado tinha sido arquivado em 2005, quando chegou à chefia do governo.