Última hora

Última hora

Violência acaba com debate sobre Síria

Em leitura:

Violência acaba com debate sobre Síria

Violência acaba com debate sobre Síria
Tamanho do texto Aa Aa

A força das palavras não foi suficiente num debate sobre a Síria no Líbano, por isso a violência tornou-se na opção viável de cavalheiros. Fayez Chokr, líder do Partido Baas, não se conteve depois de interlocutor, Mustafá Allouche, membro da oposição, ter chamado mentiroso ao presidente da Síria.

A confusão no estúdio do canal MTV foi destaque nos jornais e ainda dá que falar. “O que vimos ontem foi vergonhoso para os cidadãos e também para os políticos, porque não conseguem atingir um nível de maturidade cultural onde cada um pode exprimir a sua opinião”, diz um libanês. “Esta é a nossa educação política, não têm calma e os dois estavam muito nervosos. Uma palavra pode irritar o outro… se tivessem armas ter-se-iam matado, não me importava que o tivessem feito”, refere outro.

Historicamente, a Síria tem influenciado a política libanesa e muitos receiam que a crise no vizinho tenha consequências diretas no “país do cedro”.