Última hora

Última hora

Fitch: Possível contágio da crise europeia a bancos americanos

Em leitura:

Fitch: Possível contágio da crise europeia a bancos americanos

Fitch: Possível contágio da crise europeia a bancos americanos
Tamanho do texto Aa Aa

A crise da zona euro pode alastrar mesmo ao outro lado do Atlântico, sobretudo, aos seis grandes bancos norte-americanos.

No relatório publicado na quarta-feira, a agência de notação Fitch reconhece que JP Morgan, Bank of America, Citigroup, Wells Fargo, Goldman Sachs e Morgan Stanley reduziram a sua exposição aos países mais fracos da zona euro, reduzindo os empréstimos e aumentando a venda das obrigações que detinham. Mas a exposição continua a ser enorme face às grandes economias e aos respetivos bancos. Por exemplo, no caso da França atingiu, no segundo trimestre, 188 mil milhões de dólares. E no caso do Reino Unido é de 225 mil milhões de dólares.

A agência deixa a ameaça de uma descida das notações dos bancos se a crise continuar a degradar a confiança na zona euro.