Última hora

Última hora

Primeira vaga de protestos da era Monti em Itália

Em leitura:

Primeira vaga de protestos da era Monti em Itália

Primeira vaga de protestos da era Monti em Itália
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de italianos saíram hoje às ruas em várias cidades do país para protestar contra o que chamaram de “governo dos banqueiros”, liderado por Mário Monti.

Em Milão os confrontos entre manifestantes e polícia pararam o cortejo perto da universidade Bocconi.

Este estudiante diz que não querem um primeiro ministro economista, que não acreditam que ele seja capaz de resolver a situação presente mas sobretudo porque não parece compreender os problemas”

O novo governo empossado ontem definiu de imediato as medidas de austeridade a apresentar ao Parlamento.

Os protestos mais importantes tiveram lugar em Turim, Roma, Palermo e Bari, já que os manifestantes tiveram como alvo as universidades em que alguns dos ministros de Monti costumam dar aula, além de agências bancárias e repartições fiscais.

Em Roma o protesto dos estudantes juntou-se ao dos trabalhadores.

“O programa de Monti é extremamente capitalista e mantém a ideia desastrosa de que os pobres é que devem pagar a crise” , diz um manifestante.

O fato de nenhum membro do novo gabinete ter sido eleito pode dificultar a obtenção de apoio popular para novos impostos, cortes de empregos ou reformas das pensões- previstos no pacote de medidas a ser anunciado – e que vão afetar duramente os italianos.