Última hora
This content is not available in your region

EUA na fase final da retirada do Iraque

EUA na fase final da retirada do Iraque
Tamanho do texto Aa Aa

Em Camp Echo, 150 quilómetros a sul de Bagdade, ultimam-se os preparativos para o fim de uma longa missão.

A base norte-americana nos arredores de Diwaniya é uma das sete últimas ainda ocupadas pelo Exército dos Estados Unidos que, cumprindo a promessa de Barack Obama, deixará definitivamente o Iraque até ao fim do ano.

Um soldado diz que tem “a mulher e os pais à espera”. Acrescenta que passou por “momento difíceis”, mas tem a certeza que “quando chegar a casa, tudo irá melhor”. E explica ainda que “será finalmente feliz com a esposa”, já que poderão “viver juntos”.

Centenas de militares, acompanhados por veículos blindados e meios aéreos, deixam todos os dias o Iraque, a maioria através do Kuwait.

Esta quarta-feira, o vice-presidente norte-americano disse, em Bagdade, que a retirada inaugura um novo capítulo nas relações entre os dois países. Joe Biden sublinhou que os Estados Unidos “cumpriram a promessa de retirar das cidades iraquianas em 2009, acabar com as missões de combate no Verão de 2010 e, agora, estão a cumprir a promessa feita em 2008 de retirar todas as tropas do Iraque até ao fim do ano”.

Perto de nove anos depois da invasão que derrubou o regime de Saddam Hussein, os Estados Unidos já só contam com 13 mil homens no terreno para os quais o Iraque será, em breve, uma memória distante.