Última hora

Última hora

Presidente da Transnístria contesta resultados eleitorais

Em leitura:

Presidente da Transnístria contesta resultados eleitorais

Presidente da Transnístria contesta resultados eleitorais
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Transnístria, a autoproclamada república separatista na Moldávia, pediu uma recontagem dos votos, depois das eleições de domingo.

Os resultados definitivos são conhecidos na quarta-feira, mas uma fuga de informação diz que os dois opositores do atual presidente, Igor Smirnov, passaram à segunda volta, com Evgueni Shevchuk à cabeça: “Queremos uma política mais clara em relação à Rússia, à Ucrânia e à União Europeia, para melhor resolver os problemas que temos há 21 anos”, diz o alegado favorito.

Por causa da contestação, a comissão eleitoral decidiu adiar o anúncio dos resultados, mas Smirnov quer repetir as eleições. O atual presidente dirige este território, que não é reconhecido por nenhum Estado, desde o fim da URSS.

Na capital moldava, Chisinau, as eleições são vistas como uma oportunidade de aproximar o país da região separatista: “Podemos vir a assistir a uma aproximação entre Chisinau e Tiraspol, porque é isso mesmo que a Rússia quer, no contexto das discussões com a União Europeia”, diz o analista político Radu Vrabie.

Se se confirmarem os resultados, Shevchuk deve ir á segunda volta com o candidato oficialmente apoiado pelo Kremlin, Anatoly Kaminsky.