Última hora

Última hora

Tensão em torno da mesquita de Akasha em Jerusalém

Em leitura:

Tensão em torno da mesquita de Akasha em Jerusalém

Tensão em torno da mesquita de Akasha em Jerusalém
Tamanho do texto Aa Aa

Extremistas judeus tentaram incendiar uma antiga mesquita de Jerusalém Oriental, enquanto Israel reabria a rampa que os muçulmanos usam para ter acesso à Esplanada das Mesquitas.

A mesquita Nebi Akasha, construída no século XII, deixou de ser usada em 1948, quando o Estado de Israel foi criado.

A polícia anunciou a prisão de seis pessoas suspeitas de envolvimento nos atos recentes de vandalismo anti-árabes, mas parecem não estar ligadas a este ataque em particular .

Os ataques correm num momento em que colonos israelitas e grupos de ultra-direita praticam a política do “preço a pagar”, sempre que o governo toma medidas que eles consideram hostis à colonização dos territórios palestinianos.