Última hora

Deputados húngaros consideram novo sistema eleitoral antidemocrático

Deputados húngaros consideram novo sistema eleitoral antidemocrático
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vários deputados da oposição húngara acorrentaram-se esta sexta-feira em frente ao parlamento em Budapeste.

Estão contra o novo sistema eleitoral proposto pelo conservador primeiro-ministro Viktor Orban. Consideram-no antidemocrático.

Um membro da oposição conta que “esta é uma situação muito, muito triste. Nós membros do parlamento fomos preparados para estar na oposição de forma a cooperar com todos os partidos do parlamento. Agora temos de proteger a democracia governamental dando o corpo ao manifesto”.

O ex-primeiro ministro Ferenc Gyurcsany também se manifestou. Foi detido, juntamente com 11 deputados, mas já está em liberdade.

Em causa está a reforma do Banco Central Nacional. As novas leis já mereceram a repreensão de Bruxelas pois, dizem, ameaçam a independência da instituição.

Para os deputados da oposição está em risco o direito de substituir o atual governo de centro-direita.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.